Teatro para adolescentes!

O adolescente já não é mais uma criança e tão pouco é um adulto. Algumas atitudes da infância não são mais aceitas e uma pressão para o amadurecimento surgem dos pais, da escola, dos amigos.

O teatro para adolescentes, da mesma forma que para as crianças, serve para trabalhar o corpo, a concentração, o raciocínio e a criatividade, mas num estágio mais avançado. Os alunos na faixa etária entre 11 e 15 e entre 16 a 18 anos já possuem alguma vivência – um repertório que será material importante para a sua manifestação cultural e pessoal. E se manifestar é tudo o que essa idade quer.

Para lidar melhor com a pressão do dia a dia, o teatro serve para o jovem como uma válvula de escape. Uma das funções mais nobres do teatro é o seu poder de reflexão. Não só a reflexão que ele proporciona para a plateia, como também para os atores. Então, fazer teatro é um momento de pensar sobre a vida e expressar o que sente. As inquietações vêm à tona e colocá-las para fora na forma de exercícios e cenas é muito saudável. A prática do autoconhecimento situa cada indivíduo no seu mundo e melhora a compreensão sobre o seu redor.

Para lidar melhor com a pressão do dia a dia, o teatro serve para o jovem como uma válvula de escape.

Além disso, o prazer pela leitura se aguça, já que o texto no teatro tem uma aplicação prática – um estimulo que poderá avançar para outras áreas. E não só a leitura do texto em prosa. Desmistificamos a poesia para os alunos apreciarem outras formas artísticas de manifestação.

Em muitos momentos, temas históricos são abraçados nas aulas. Já fizemos espetáculos sobre a Grécia Antiga, a Idade Média, histórias do Brasil colônia, sobre as guerras mundiais, como a encenação do Diário de Anne Frank, e outras peças. Nesse caso, a pesquisa torna-se fundamental. Para entender os hábitos e costumes, os alunos precisam mergulhar em outra época. Nesse processo, leituras e debates são estimulados. Não existe só o ganho cultural, mas sim o entendimento de que o ato de pesquisar tem uma função prática e que essa ‘viagem pelo tempo’ é muito prazerosa.

Poder opinar com mais propriedade sobre cenário, músicas, e no figurino é bem recompensador e observar o resultado de todo o planejamento na apresentação final trabalha a autoestima de todos os alunos.

Ter a oportunidade de conhecer gente que curte o mesmo tipo de atividade também é muito importante. As amizades feitas em ocasiões como essas são marcantes e duradouras.

Gilson Totti Dias
Professor

Clique aqui, entre na galeria de vídeos e confira mais sobre o Teatrando

Comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *